Bicicleta: recursos naturais

brasil olimpico

Nos últimos tempos, os recursos naturais estão dando fortes sinais de escassez. Falta de água em várias partes do país e os famosos “apagões”, que são quedas na energia elétrica de uma grande parte da população de uma cidade ou região, têm sido cada vez mais comuns. Caso você não tenha acesso a um profissional você pode encontrar um eletricista no bicos. Por isso, algumas medidas são importantes para poupar, não só energia e água, mas dinheiro também.

Uma das dicas mais importantes na hora de economizar energia elétrica é saber quais são os aparelhos eletrônicos que mais consomem e como é feito o cálculo da conta de luz. Essa é a maneira mais eficaz de detectar possíveis erros nas contas, sabotagens (os chamados “gatos”) ou ainda uso desconhecido (por filhos, familiares).

recursos natura

Mas como descobrir o consumo de um aparelho?

Normalmente os aparelhos eletrônicos possuem uma indicação de potência, por exemplo 1000watts ou 1000W.

Caso você tenha um aparelho que consuma 1000W ou 1kW, e ele ficar ligado durante uma hora, você terá um consumo de 1kWh. Assim, se durante 30 dias do mês ele ficar ligado durante duas horas, você terá um consumo de 1kW vezes 30 dias vezes 2 horas = 60kWh.

Se ele ficar ligado 20 dias, 2 horas por dia terá um consumo de 40kWh. Pois basta multiplicar o consumo diário pelo número de dias ligados no mês.

Entre os aparelhos que têm em média 1kW estão o ar-condicionado de 7.500 btu, um cortador de grama grande, um ferro elétrico automático e uma fritadeira elétrica.

E como saber quanto isso vai custar na minha conta?

Em todas as contas de luz existem um valor chamado de kilowatt-hora, que, para residências, é de aproximadamente R$0,30. Assim, para calcular quanto pagará pelo consumo, multiplique o valor mensal por esse valor.

Exemplo: 60kwh vezes 0,30 = R$ 18,00

Portanto, este aparelho consome R$ 18,00 se ficar em uso por 30 dias, 2 horas por dia.

Lembre-se que esse valor de consumo é para quando o aparelho está ligado. Aparelhos na tomada, porém desligados, consomem uma minúscula quantia de energia, mas também consomem.

Saber fazer os cálculos pode ajudar, mas não resolve todos os seus problemas. Caso exista algum defeito que desperdice energia elétrica, ou até o uso clandestino, a melhor solução vai estar nas mãos de um profissional experiente. Para encontrar os melhores eletricistas da sua região dê um basta no desperdício!

Na plataforma você pode filtrar sua busca por especialidades e ainda ver a avaliação de quem já contratou os serviços de cada profissional. Você também pode baixar o aplicativo e fazer tudo isso usando apenas o celular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *