Bikes e o novo mundo digital

Como a tecnologia vai mudar o universo das bikes? Sabemos que isso já está ocorrendo a todo vapor com os automóveis. E as bicicletas? Onde entram nesta história?

Procuramos as pessoas que estão absolutamente conectadas com o tema, como Fabio Hermann, de uma agência de marketing digital em São Paulo, diz que tudo será revirado de cabeça pra baixo, inclusive as bikes. Segundo ele, os gadgets digitais vão controlar tudo, e as bicicletas também vão entrar neste circuito. Tudo será controlado, medido, medido e medido.

E isso vai ser divertido? Não sabemos. Será tecnológico, isso sim. Nada a ver com o Monty Python. Não será engraçado para nada. Engraçado? É, por que não? Este futuro terá tudo a ver com mobilidade, transporte, tecnologia e capacidade de avançar. Roupas tecnológicas, os chamados wearables, também vão substituir as atuais roupas dos ciclistas, esportistas ou não. E os pedais? Ah, os pedais. Serão eletrônicos, automáticos, com encaixe filosoficamente adaptados para cada usuário. Cada domingo poderá ser diferente e isso vai mudar a relação cultural da sociedade com as bicicletas, as famosas magrelas.

Esta invenção simples e espetacular mudou como o homem encara o mundo. Trouxe mais dinamismo à vida social e literalmente alargou as possibilidades de cada pessoa. Elas aumentaram de fato o mundo de cada pessoa, uma mudança absurdamente incrível. É verdadeiramente uma roda viva gigante, que é cada vez maior e maior. Cada cena muda e muda constantemente, cada quadro é de uma maneira, de uma forma diferente. E as bikes tem muito a ver com este processo. Tudo mudou com a internet e as novas tecnologias.

Segundo os especialistas dos setores de tecnologia e das novas gerações, como a agencia de marketing digital sp que lidera projetos engajados com as novas tecnologias, é um caminho sem volta. E isso é muito bom para as bicicletas, isso porque o status ligados aos carrros e motos, por exemplo, serão reduzidos e muito. É um processo novo, mas que representa uma espécie de volta ao passado. O futuro vai responder como tudo irá de fato acontecer, mas podemos conjecturar livremente. Afinal, o Brasil ainda é um país livre e esperamos continuar assim.

A construção deste novo futuro, que está muito muito próximo, está ocorrendo já, hoje mesmo. Devemos ter avanços muito grandes até 2025, quando o Brasil estará em franca evolução e em um processo de crescimento econômico e internacionalização econômica impressionante. Estaremos diante de uma certa encruzilhada. Vamos seguir ou parar, como sempre fazemos? Acho que a segunda opção é a mais viável. Segundo o pessoal que entende tudo do assunto, as bicicletas, os velocípedes estão com tudo, como nunca antes na história deste país, como diria o outro. Rodas grandes, pequenas, com ou sem motores, elétricas ou não. Enfim, só sabemos que nada sabemos e nada saberemos. Vamos em frente que atrás vem gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *